Notícias

Reforma trabalhista: Entidades de classe solicitam veto ao PLC 38

13/07/2017

A CONAMP, em conjunto com as demais entidades integram a Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas), entregou no Palácio do Planalto, no início da tarde desta quinta-feira (13), pedido de veto total ou parcial ao Projeto de Lei da câmara (PLC) 38/2017, que trata da reforma trabalhista. Para as associações, o projeto apresenta inúmeras inconstitucionalidades que devem levar ao esvaziamento de diversos direitos trabalhistas previstos na Constituição Federal.

No pedido, as entidades afirmam que o texto do PLC 38/2017, em diversos aspectos, “fere de morte direitos e garantias dos trabalhadores brasileiros assegurados na Constituição Federal, seja em seu aspecto material, onde teremos direitos trabalhistas constitucionais completamente esvaziados ou descumpridos, seja em seu aspecto processual, onde teremos a criação de inúmeros obstáculos de acesso à justiça pelo trabalhador que tem seus direitos descumpridos e/ou sonegados”.

As associações afirmam ainda que ao reduzir drasticamente a proteção social nas relações de trabalho no Brasil, a reforma trabalhista enfraquece totalmente a aplicação e efetividade dos princípios da dignidade da pessoa humana e do valor social do trabalho, fundamentos da República Federativa do Brasil.

Clique aqui e confira abaixo a íntegra do pedido de veto

Compartilhe

CONAMP

Associação Nacional dos Membros do Ministério Público

Veja mais artigos deste autor ver todos

Deixe seu comentário


Buscar

Categorias

Últimas notícias

Blog dos associados



Curta-nos





Parceiros

NacionalVOX - Agência Digital